Project Description

FOR.BIO.STP

O projeto de fortalecimento da sociedade civil e stakeholders relevantes para a participação na construção institucional das políticas de conservação da biodiversidade e partilha de benefícios em São Tomé e Príncipe (EuropeAid/13550/DD/ACT/ST) implementado até 2017 pela OIKOS e as ONGs parceiras ADAPPA e ACTUAR, teve como objetivo específico promover a definição e implementação de políticas públicas de conservação, de uso sustentável da biodiversidade e de partilha justa e equitativa dos seus benefícios pelas comunidades locais, através da capacitação dos atores da sociedade civil e das demais partes interessadas relevantes na advocacia social e ambiental, e na valorização dos serviços dos ecossistemas.

Objetivos e resultados

O Objetivo Global do projeto é de contribuir para a construção institucional das políticas públicas de conservação, uso sustentável da biodiversidade e partilha de benefícios em São Tomé e Príncipe, através da capacitação da sociedade civil e dos stakeholders relevantes para a advocacia social e ambiental, e da valoração dos serviços dos ecossistemas.

Resultado 1: são desenvolvidas as capacidades técnicas das ONGs que compõem a “REDE.BIO”, a nível da avaliação do potencial ambiental, cultural e socioeconómico da Biodiversidade nacional.

Resultado 2: são fortalecidas as capacidades de advociacia social e ambiental da sociedade civil em torno da constução de um quadro institucional e legal que regulamente o uso sustentavel da biodiversidade e a partilha de benefícios para as comunidades locais.

Resultado 3: são reforçadas as capacidades institucionais de implementação de estratǵias nacionais e locais de desenvolvimento sustentável com base no uso da biodiversidade, a partir das lições parendidas numa aplicação-piloto de metodologias e instrumentos de avaliação rápida e participativa dos serviços dos ecossistemas na ilha do Príncipe.

Grupos alvo

  • Sociedade civil e stakeholders relevantes

Parceiros

Duração

  • Concluido

Produtos

  1. Lista aqui

STATUS: ENCERRADO

FINANCIADO POR: